O MAIOR NÚMERO É DE MULHERES NO PLANETA

O MAIOR NÚMERO É DE MULHERES NO PLANETA
Não é preciso pedir por favor, é um direito adquirido de igualdade social, é um dever a inclusão social das mulheres nos textos gramaticais.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

VÍDEO - FESTA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE, ESCOLA NOVA CARVALHO, DESFILE DO 64º ANIVERSÁRIO DE RIBEIRÃO DO PINHAL - 23 DE OUTUBRO DE 2011

video


ESCOLA MUNICIPAL NOVA CARVALHO, DESFILE CÍVICO DO 64º ANIVERSÁRIO DE RIBEIRÃO DO PINHAL, "FESTA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE".
RIBEIRÃO DO PINHAL - PARANÁ - BRASIL.


 Escola Municipal Nova Carvalho que tem como Diretora a Professora Luciana Cristina Pinto; neste ano o tema escolhido pela Escola foi a "FESTA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE", uma popular e tradicional festa que durante muito tempo foi realizada em nosso Município.


Gonçalves do Amarante nasceu em "Vuzella" Portugal em 1.187; faleceu no ano de 1.259 e teve seu culto aprovado em 1.560.


Ele era um homem comum, trabalhador, construiu a Igreja de Nossa Senhora, em cima de um rochedo. 


Em toda a sua vida dedicou-se a fazer o bem e transmitir o amor a Deus e a paz Espiritual "AO SER HUMANO". 


Nas suas peregrinações, levava consigo uma viola de cordas, invocava o povo através de suas melodias, tocadas nas rodas de danças formadas ao ar livre por rapazes e raparigas, por esse motivo São Gonçalo é considerado o Santo Protetor dos{as} violeiros/violeiras.


Além das mensagens de fé e carinho que transmitia, "Ele" foi exemplo de "Dignidade e Santificação".


Existem muitas lendas a respeito de São Gonçalo; contam que "Ele" transmite tranquilidade e alegria a todos/todas; protege sempre as pessoas que amam.


Em Ribeirão do Pinhal, o Senhor José de Souza, morador do Bairro da Jacutinga, começou a fazer a reza há 50 anos; na cidade, tocava na casa da Dona Leonina Pereira da Silva e Dona Cesária de Castro Silva, há mais ou menos 40 anos atrás.


Naquele tempo, todo ano tinha festa a convite das pessoas que queriam pagar promessas; hoje em dia, José de Souza continua fazendo a reza quando é convidado, principalmente em Congonhinhas.


O Senhor José de Souza mantém essa tradição com a ajuda dos seus dois filhos: o Deodonis Aparecido e o Leodir, a sua filha Cassiana também colabora muito, estamos especificando os filhos e a filha do Senhor José de Souza, para realçar com transparência  o que deixa a desejar sobre os gêneros na Alfabetização, respeito às individualidades das identidades masculina e feminina, a inclusão do destaque feminino nos textos é prioridade, quem sabe um dia, com a criação de "UM NOVO M.E.C. DO PRESENTE E  FUTURO", ou seja, do século 21".

Pense, mude, evolua, "TRANSCENDA". Abraço do "Jolly". 
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário