O MAIOR NÚMERO É DE MULHERES NO PLANETA

O MAIOR NÚMERO É DE MULHERES NO PLANETA
Não é um favor, é um dever, é um direito adquirido de igualdade social, é de primordial importância a inclusão social das mulheres nos textos gramaticais.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

HOMOSSEXUAIS ESCOLA GRÁTIS É NA TV BRASILEIRA, "PRINCIPALMENTE NAS NOVELAS"

Deus é coisa do passado?

Deus é obsoleto e não merece mais respeito?

QUANDO A VERDADE NÃO É LEVADA A SÉRIO, "SATIRIZE-A"

            Não duvidamos do seu intelecto pois, para chegar onde chegaram tiveram que "ralar" muito, porém, isso não dá o direito de emporcalhar a nossa cultura e os nossos costumes bíblicos com essa "ABERRAÇÃO NOVELÍSTICA, REALITY SHOW LÉSBICO, PROGRAMAS HUMORÍSTICOS COM PIADAS DE BAIXO NÍVEL CULTURAL DE DUPLO SENTIDO VULGAR E HOMOSSEXUAL".

        A FRASE DO SÉCULO: Para a teledramaturgia foi um pequeno passo, mas, "UM GRANDE PASSO PARA A HUMANIDADE" o tão esperado beijo gay masculino explícito ocorrido no dia 31 de fevereiro de 2014 na TV aberta para quem quiser ver, crianças, jovens e pessoas adultas de todas as idades, "A MAIOR ESCOLA GRÁTIS DE FORMAÇÃO DE HOMOSSEXUAIS DE TODOS OS TEMPOS".

          INTELECTO HUMANO: Tirar proveito da mídia para deturpar, influenciar a sociedade a praticar tal "ABERRAÇÃO", é o mesmo que conotar Deus como "IDIOTA, DESQUALIFICADO, DESATUALIZADO".   

          PURITANISMO: Não somos moralistas, não deixem de fazer sexo seguro com suas parceiras se for homem e com seus parceiros se for mulher; se você for gay ou lésbica, curtam suas vidas como quiserem, porém, "NINGUÉM PRECISA FICAR SABENDO OU ASSISTINDO O SEU GRANDE ESPETÁCULO PORNOGRÁFICO EXPLÍCITO".

Você quer ser liberal,

Escuta o que eu vou dizer,

Faça tudo o que quiser,

Ninguém precisa saber.


Tudo o que é proibido,

Duvido alguém que não faça,

Ainda mais com essas aulas,

Da mídia, tudo de graça.


CRÉDITOS: Imagem beijo gay baixada do site UOL.

Se for preciso, pretendemos dar continuidade ao tema...

DIRETOR DE REDAÇÃO E EDITOR: Jeovah Batista de Almeida "Jolly".

Nenhum comentário:

Postar um comentário